Bom dia! Terça-feira, 19 de junho de 2018
NOTÍCIAS
Estudo dos Peixes » Terça, 22/05/2018

Dia de estudos e visitas a projetos ligados à Fundeste

Durante o dia 15 de maio, terça-feira, a Unochapecó promoveu uma viagem de estudos aos municípios de Águas de Chapecó (SC) e Alpestre (RS). Participaram da atividade técnicos e professores da Unochapecó e do Instituto Goio-En.

A intenção da saída de campo foi de visitar os sítios arqueológicos que estão sendo estudados pela equipe do CEOM (Centro de Memória do Oeste de Santa Catarina). Do mesmo modo, conhecer a Estação de Piscicultura do Instituto Goio-En, espaço que é utilizado como base de estudos e alojamento pela equipe composta de pesquisadores de diversos países.

Segundo a Coordenadora do CEOM, Mirian Carbonera, a atividade de pesquisa arqueológica está vinculada ao projeto ‘Povoamentos pré-históricos do alto rio Uruguai’, uma missão franco-brasileira cujo objetivo principal é produzir conhecimento sobre os povoamentos pré-históricos do Sul do Brasil. “Dentro da pesquisa estão contemplados as sociedades humanas que já eram agricultoras que viveram em torno de 500 anos atrás até as ocupações humanas mais antigas de mais de 10 mil anos atrás.”

O projeto acontece desde 2013, e todos os anos pesquisadores do Brasil e da Europa se reúnem durante 30 dias para as atividades de pesquisa de campo. Os sítios pesquisados localizam-se no município de Águas de Chapecó e na Ilha Redonda em Palmitos, em Santa Catarina e em Alpestre no Rio Grande de Sul.

De acordo com Mirian, “entre os principais objetivos estão entender a cronologia de ocupação e as técnicas de produção das ferramentas líticas (da pedra lascada). Nesta região, pela primeira vez no Brasil, são encontradas e documentadas, uma produção de lâminas em série, que são um tipo específico de ferramentas de pedra, utilizadas pelos homens que viveram na região em torno de 10 mil anos atrás. “

Além dos sítios arqueológicos, a equipe conheceu o trabalho de preservação dos peixes migradores do Rio Uruguai (Piraqué) do Instituto Goio-En. Foi apresentada a estrutura e os processos realizados anualmente para a reprodução das espécies: Curimbatá, Dourado, Jundiá, Piracanjuba, Pintado Amarelo, Surubim Suruvi Bocudo, e Surubim Pintado.

Para a diretora do Instituto Goio-En, Rose Mendes, “é uma satisfação imensa a parceria com o CEOM – Unochapecó, pois todos os anos a estação de piscicultura recebe pesquisadores de diversos países que contribuem nos estudos arqueológicos. Nossa parceria reforça e evidencia os princípios da Fundeste de contribuir com o desenvolvimento e crescimento regional.”

As visitas à Unidade do Projeto Piraqué podem ser agendadas pelo telefone (49) 3339 3015 e estão abertas a escolas, universidades e público em geral.

EVENTOS
Calendário
D S T Q Q S S
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
No momento não existem eventos cadastrados.
INFORMATIVO
Cadastre-se e receba nosso informativo
 
Avenida Senador Attílio Fontana, 591E - Bairro Efapi - CEP 89809.000 - Caixa Postal 1141 - Chapecó/SC
Linha Quarta Seção, junto à UHE Foz do Chapecó - Interior - Águas de Chapecó/SC
+55 (49) 3321 8168
+55 (49) 3339 3015
 
EVENTOS
Eventos
NOTÍCIAS
Notícias
Fundeste Unochapecó Pesca e Aquicultura